Categorias
Notícias

Torneio SESI de Robótica é amanhã no Youtube

Já sabe o que fazer neste sábado? Acompanhe a programação do Torneio SESI de Robótica First Lego League (FLL) que será transmitido amanhã, 15, pelo canal do Youtube do SESI Amazonas nos links https://youtu.be/Zbdm9nB5jEI, para a programação de abertura pela manhã, às 8h, e https://youtu.be/Y4kqa75oTgM para assistir a programação da tarde, às 13h. Será um sábado recheado de desafios de robótica, projetos inovadores voltados para a prática de exercícios físicos, competições e brincadeiras com foco na qualidade de vida e na realidade atual. O evento é 100% on-line, gratuito e terá convidados especiais, com interações ao longo de todo dia.

A competição, que reúne alunos de nove a 16 anos, este ano será transmitida a distância, com todas as etapas e desafios do torneio submetidas para os juízes de forma on-line. Com vídeos gravados nos moldes da avaliação, como desafio do robô, design do robô, projetos de inovação e valores de equipe, os alunos serão avaliados em salas virtuais por juízes de todo o Brasil em formato inédito.

“O Torneio SESI de Robótica contará com plateia virtual formada por alunos e participantes de Manaus, Iranduba, Itacoatiara, Parintins, Manacapuru, além dos outros estados com três equipes de Boa Vista (RR) e uma de Pimenta Bueno (RO)”, disse a gerente da Escola SESI Dra. Emina Barbosa Mustafa, Ana Karina Holanda.

A ideia é que, mesmo de forma remota, todos se sintam parte do evento. Ao longo do dia haverá programação 100% on-line com diferentes convidados, como o atleta amazonense Sandro Viana, ganhador da medalha de bronze no atletismo dos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, e profissionais de educação física do SESI, atuantes nas áreas como karatê, natação e futsal. Pautas sobre o universo do mundo geek, com assuntos relacionados à tecnologia, filmes e jogos eletrônicos, integram a programação.

Como ocorre em todos os anos nos Torneios SESI de Robótica, as equipes são avaliadas em diferentes aspectos e categorias. No design e desafio do robô, os juízes avaliam a apresentação dos alunos sobre o design construído por eles, a programação criada para resolver as missões de forma autônoma, estratégia e o planejamento de quais missões o robô vai realizar. A cada nova temporada os robôs têm missões diferentes a serem desenvolvidas dentro do tempo pré-estipulado na competição de 2 minutos e 30 segundos.

Os alunos ao longo da temática da temporada, que este ano tem como tema Replay, desenvolvem também projetos e criam soluções para um problema real que desafia crianças e jovens a repensarem espaços para a prática de exercícios, competições e brincadeiras com foco na qualidade de vida e na realidade atual.

“Na busca de soluções vale tudo, desde fazer alongamentos na fila do supermercado, subir e descer escadas ou até mesmo dançar e se exercitar em casa, a ordem é movimentar o corpo em qualquer lugar resolvendo o problema do sedentarismo”, ressaltou ela.

Na prática os alunos também são avaliados no chamado “Core Values” que são os valores da equipe durante a temporada e a ideia é continuar mesmo depois da temporada acabar. Usando o trabalho em grupo para conhecer melhor o desafio da temporada, os alunos em equipes precisam inovar com suas ideias originais para o robô e o projeto de inovação, mostrar como a equipe e suas soluções terão impacto e trará principalmente inclusão, além de mesma sendo uma competição, o foco seja se divertir em tudo que fizerem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *