Categorias
Notícias

Alunos ativam projetos para o Torneio SESI de Robótica

Com formato inédito, 100% on-line, a nova temporada do Torneio SESI de Robótica First Lego League (FLL) está agendada para 15 de maio, com o tema RePLAY, e já rende projetos inéditos das equipes das Escolas SESI de Manaus, Iranduba, Itacoatiara e Parintins. Desafiados a repensarem espaços e atividades pela qualidade de vida com foco na realidade atual, os alunos utilizam o acesso remoto para conectar ideias, como jogos interativos, programas de TV e aplicativos com a tecnologia de Realidade Aumentada.

Atenta aos perigos do sedentarismo, a Equipe Lego Master, da Escola SESI Padre Francisco Luppino, em Parintins (município localizado a 369 quilômetros em linha reta de Manaus), vai apresentar o projeto “Exercita-on: Um programa de TV acessível para Todos”, específico para atividades físicas voltadas à saúde e qualidade de vida dos telespectadores que estão em isolamento social devido ao vírus Covid-19.

“A ideia é desenvolver algo para a TV, porque a maioria das pessoas tem uma em casa e pode ter acesso à prática. Fizemos palestra com especialistas de educação física e saúde para conhecer mais sobre a importância da atividade física, quais os benefícios, principalmente nesse tempo de pandemia”, explicou o professor do SESI e técnico da equipe, Helyssandro Tavares, ao relatar que devido à pandemia os encontros têm sido a distância pelo Google Meet.

Este ano cada aluno irá participar a distância da competição remota no ambiente de avaliação First Reh (Remote Event Hub) – plataforma oficial da First desenvolvida especialmente para os torneios on-line.        As equipes terão que gravar e submeter vídeos diretamente na plataforma virtual, para que os juízes avaliem conforme os desafios das categorias: desafio do robô, design do robô, projeto de inovação e valores.

“Esse será o nosso maior desafio, pois está sendo novidade para todas as equipes a distância, principalmente porque para muitas coisas na robótica é necessário o contato dos alunos, como a montagem das mesas e o desenvolvimento de estratégias na realização das missões. Esse ano será tudo de forma on-line”, disse a professora da Escola SESI David Nóvoa Alvarez, Débora Mesquita.

De acordo com a pedagoga da escola localizada em Iranduba, a 38,8 quilômetros de Manaus, a equipe Engenheiros do Futuro, formada por alunos do 4º e 5º ano, está entusiasmada por participar do novo formato do torneio e completar as missões. Mesquita revela que os estudantes desenvolveram um modelo de jogo interativo, denominado “Play Funny”, cuja ideia é movimentar as pessoas em casa, por conta do isolamento social.

Realidade Aumentada

A equipe Robotizar, da Escola SESI Abrahão Sabbá, em Itacoatiara, 269 quilômetros da capital, aposta na tecnologia de Realidade Aumentada para movimentar os usuários com um aplicativo criado pelos alunos. Com objetivo de apresentar ao usuário possíveis exercícios que podem ser realizados em qualquer lugar com materiais alternativos – vassoura, garrafa pet ou uma cadeira -, o aplicativo dá instruções para as atividades que podem ser realizadas no espaço de casa.

“Contamos com a orientação do professor de educação física da Escola SESI de Itacoatiara para montagem e elaboração desses exercícios“, relatou o professor do SESI e técnico da equipe, Genarde Macedo. Para manter conectado e ativo nos treinamentos que fazem parte da nova rotina de estudos, a equipe montou cronogramas de estudos e adotou reuniões a distância.

Uma resposta em “Alunos ativam projetos para o Torneio SESI de Robótica”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *