Categorias
Notícias

Alunos da pré-escola do SESI retornam às aulas presenciais com reforço nos cuidados contra a covid-19

Os alunos da pré-escola da Escola SESI Dr. Francisco Garcia, no Distrito Industrial retomaram hoje, 11, as aulas presenciais, após duas semanas de ensino remoto. As crianças do 1º e 2º período, de 4 e 5 anos, retornam com todos os cuidados recomendados pelo Protocolo de Segurança das Escolas SESI Amazonas.  As crianças começaram o ano letivo em fevereiro, em casa com apoio de familiares, acessando o Google Classroom, por onde receberam as atividades e orientações, reuniões on-line com a equipe multidisciplinar do SESI (pedagogos, nutricionistas, assistente social, pediatra, enfermeira, psicóloga e odontopediatra).

“Meu filho está estudando pelo primeiro ano na Escola SESI. Para o início do ano letivo presencial, eu me sinto seguro, justamente, pelas medidas e o protocolo, que foi implementado para os pais e alunos em relação ao Covid-19”, contou o analista de logística da Moto Honda, Cleberson Ferreira, pai do Cleberson, de 4 anos, aluno do 1º período.

Para Maria Beatriz Alves, 5, que já estuda desde os cinco meses no SESI, a ansiedade era grande para rever os amigos e professores. A mãe, Renata Anchieta, 43, conta que com as mudanças implementadas com o ensino presencial se sente segura em levar a filha para estudar. “A escola está toda preparada e as crianças também estão sendo preparadas, desde em casa com as aulas remotas, sobre o uso da máscara, higienização das mãos e distanciamento das mesas”, disse ela. 

Com limitação de circulação e distanciamento pelo local, adesivagem ao longo dos corredores de entrada e dentro da escola, além dos totens de álcool em gel 70%, aferição de temperatura na entrada e tapetes de higienização, tanto os pais quanto os alunos devem seguir medidas de segurança implementadas pelo SESI contra a Covid-19.

“Os pais ao longo desse retorno, primeiramente remoto, participaram de reuniões on-line com toda a equipe técnica – pedagogos, nutricionistas, assistente social, pediatra, enfermeira, psicóloga e odontopediatra -, sobre como seria esse ano letivo, quais medidas serão trabalhadas para a segurança das crianças e como se preparar em casa com eles para esse retorno, onde também foi recomendado o uso/ envio de três máscaras para troca durante o dia – uma para ir, outra para ficar na escola, outra para o retorno para casa -”, relatou a gestora da Escola SESI, Sinthia Cavalcante.

Reforço na higienização das rotas

Para quem é filho de trabalhador do Polo Industrial de Manaus (PIM), o translado começa cedo, principalmente para os que vêm com os pais nas rotas até as empresas, antes de seguir até a Escola SESI Dr. Francisco Garcia. Acompanhados de monitores, a partir da empresa, até a Creche do SESI, os alunos seguem novas medidas de segurança também dentro do transporte no percurso empresa-escola.

De acordo com o motorista Silvio Moraes, 46, que transporta os filhos dos trabalhadores da empresa Flex, devido a pandemia, tiveram que readaptar o transporte para reforçar a segurança das crianças. “Disponibilizamos álcool em gel, para todas as crianças e monitoras, durante o transporte para uso na entrada e saída do ônibus. É obrigatório o uso de máscara em todo o trajeto e está sendo feito o distanciamento no uso dos assentos, banco sim e outro não, intercalando as crianças”, explicou ele.

Ao relatar a rotina, também com higienização dos bancos, Moraes explica que o ônibus com 48 lugares hoje transporta no máximo 50% da capacidade, levando crianças na faixa etária de 4 e 5 anos e que a cada novo trajeto é feito reforço na limpeza dos espaços.

“É feita a higienização completa dos bancos do carro, diariamente, além de limpeza a cada novo trajeto, principalmente dos corrimões, braço das cadeiras e o cinto de segurança, onde há maior contato”, ressaltou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *